7 Passos para a Modelagem Preditiva

Análise preditiva

 

Para usar modelagem preditiva é necessário entender e preparar os dados, definir o modelo preditivo e seguir o processo preditivo. Modelos preditivos podem assumir muitas formas e tamanhos, dependendo da sua complexidade e da aplicação para a qual foram desenvolvidos.

Leia mais...

Faça os seus dados trabalharem para você – parte 3

Segmentação de clientes

 

Essa sequência de textos é composta de:

 

Parte 1 – Falamos sobre a curva de maturidade das empresas em análise de dados, incidentes por fontes de dados e categorias das fontes de dados. Se você ainda não leu, você pode acessar aqui.

 

Parte 2 – Abordamos a sensibilidade dos dados ao tempo e análise de texto e fala. Você pode acessar aqui.

 

 

Leia agora a parte 3:

 

 

Linkagem de dados: a chave para descobrir relações significativas em dados discretos

 

 

Nossa primeira abordagem para identificar como devemos combinar numerosos elementos de dados discretos de forma diferente, para obter a máxima compreensão é reconhecer ser necessário mudar o foco interno e colocar o cliente no centro do universo. Resista à tentação de colocar somente os interesses da sua empresa como ponto central.

 

Leia mais...

Faça os seus dados trabalharem para você – parte 2

Dados trabalhando

 

Na primeira parte deste texto falamos sobre a curva de maturidade das empresas em análise de dados, dos incidentes por fontes de dados e as categorias das fontes de dados. Se você ainda não leu, pode acessar aqui.

 

Sensibilidade dos dados ao tempo

 

É importante entender que alguns tipos de dados são mais sensíveis do que outros. Por exemplo, é fundamental agir rapidamente sobre uma onda de comentários on-line negativos ou um problema de segurança dos produtos, ao passo que não é tão prioritário agir sobre métricas operacionais básicas, a menos que elas indiquem uma situação que tem um impacto grande e imediato sobre o negócio.

 

Leia mais...

Faça os seus dados trabalharem para você – parte 1

Faça os dados trabalharem para você

 

O uso efetivo da informação se tornou uma vantagem crítica de negócios e um diferenciador no mercado. Segundo a TIBCO, as organizações que utilizam a análise de dados conseguem 30% a mais de receita e 12 vezes mais produtividade do que aquelas que não usam.

 

Um dos grandes desafios dos executivos no mundo atual dos negócios é ter a informação correta para tomar decisões embasadas em informação. Como nós sabemos, o problema não é a falta de dados. Muitos negócios têm um monte de fontes de dados, desde informação financeira básica para o CRM e o ERP e, mais recentemente, informação das mídias sociais.

 

Leia mais...